Ministério da Saúde lança o aplicativo OncoSUS para gestores e profissionais da saúde

O OncoSUS é o mais novo aplicativo para dispositivos móveis lançado pelo Ministério da Saúde (MS). Idealizado para facilitar o acesso a informações relacionadas à atenção oncológica no Sistema Único de Saúde (SUS), a plataforma reúne de forma mais didática e concisa informações essenciais para profissionais da saúde e gestores municiais e estaduais que lidam com questões relacionadas ao câncer em seu dia-a-dia. Criado para rodar em smartphones e tablets, o OncoSUS está disponível na APP Storee no Google Play desde o último dia 18 de maio. O download é gratuito.

A analista técnica de Políticas Sociais do Ministério da Saúde Laura Boeira conta que a criação da Rede de Atenção à Saúde (RAS) das Pessoas com Doenças Crônicas, em2013, coincidiu com uma significativa produção de normas relacionadas à atenção oncológica no SUS. “São portarias grandes e muito densas que precisavam ser ‘traduzidas’ de forma a facilitar o entendimento. Por isso, em parceria com o DATASUS, idealizamos esse aplicativo”, explica a servidora, lotada na Coordenação-Geral de Atenção às Pessoas com Doenças Crônicas (CGAPDC/DAET/SAS/MS).

O Oncosus não apenas condensa as normas importantes relacionadas ao câncer, mas traz informações relativas a medicamentos oncológicos, aos tratamentos disponíveis no SUS, como o Ministério da Saúde espera que os estados e municípios adotem os procedimentos para tratar a doença, como os serviços devem ser organizados, o que compreende a tabela SUS. “Tudo isso está concentrado em uma plataforma única, na palma da mão”, afirma a analista técnica da CGAPDC.

O câncer no Brasil

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), cerca de 576 mil novos casos de Câncer estão previstos para 2015, incluindo as ocorrências de pele não melanoma. Sem considerar os casos de câncer de pele não melanoma, estima-se 395 mil novos casos de câncer, 204 mil para o sexo masculino e 190 mil para sexo feminino.

Texto e edição: Ascom MS