​​​

Interlocução e trabalho colaborativo entre o Departamento de Informática do SUS (DATASUS/SE/MS) e as Secretarias Estaduais de Saúde, para utilização do sistema S-Codes. Estes foram alguns dos objetivos do treinamento realizado nesta quarta-feira (1/8), em Brasília, com profissionais dos setores de tecnologia de secretarias das regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro Oeste.

O sistema, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo, controla e gerencia demandas judiciais e solicitações administrativas relativas a diversos serviços de saúde, entre eles a compra de medicamentos de alto custo.

De acordo com o Coordenador-Geral de Análise e Manutenção do DATASUS, Henrique Nixon Souza da Silva, o S-Codes foi internalizado pelo Ministério da Saúde em julho de 2017, após definição da Comissão Intergestores Tripartite (CIT). “O DATASUS atua na documentação do sistema e na disponibilização do código às Secretarias de Saúde, para que assim seja possível traçar o panorama real da judicialização em todo o Brasil”, explicou.

Eviston Borges, Coordenador de Desenvolvimento de Sistemas Internos, destacou que a realização da oficina “foi uma forma do DATASUS se aproximar dos estados, dar apoio e cumprir o que é sua missão”. De acordo com ele, a estratégia do S-Codes é que, juntos, DATASUS e secretarias de saúde possam mudar a arquitetura e remodelar o sistema, a fim de formar uma base federada, que possibilite trabalhar com relatórios e com BI, e traçar linhas de análise e ações.

Controle e economia

O S-Codes permite o cruzamento de dados para identificar quem são os pacientes, profissionais da saúde e advogados que entram com ações judiciais, além dos juízes que emitem as sentenças. “Além de organizar as demandas, o sistema permite a identificação de possíveis fraudes nos mecanismos de judicialização. É muito importante o papel do DATASUS nesse contexto, tendo em vista a economia que podemos gerar aos cofres públicos, e a colaboração para que os recursos sejam efetivamente destinados aos casos verídicos”, explicou o Diretor do DATASUS, Guilherme Telles Ribeiro, que esteve na oficina e acompanhou a instalação do software pelas Secretarias.

O evento contou com a participação de dois profissionais da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo: o Analista de Sistemas responsável pelo desenvolvimento do S-Codes, Edmar Almeida Santos, e o Analista de Regras de Negócio, Marcelo Amorim Martins. Os dois especialistas demonstraram satisfação com a realização do treinamento e elogiaram a iniciativa do DATASUS à frente da disponibilização do S-Codes aos entes federados. “O material de apoio preparado pelo DATASUS é o suficiente para que as SES possam implantar o sistema”, avaliou Edmar.

 

Por Tabita Marinho, NUCOM/DATASUS/SE/MS

Na última quarta e quinta-feira (25 e 26/7), uma comitiva do Departamento de Informática do SUS (DATASUS/SE/MS) participou de reunião referente ao acordo de cooperação celebrado entre a Universidade Federal do Rio Grande do Norte e a Universidade de Lorraine, na França, que contempla a cooperação técnica entre o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN) e a contraparte francesa.

A agenda bilateral teve como objetivo tratar do desenvolvimento de ações conjuntas para o enfrentamento à epidemia de sífilis no Brasil, pactuadas no Plano de Trabalho com o Ministério da Saúde, visando o fortalecimento da pesquisa e inovação tecnológica em saúde.

Dando continuidade, a equipe conheceu a estrutura de datacenters do campus central e também as instalações do LAIS, no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), em Natal, Rio Grande do Norte. Durante a visita, projetos parceiros e iniciativas preocupadas com o bem-estar social e o desenvolvimento da área de saúde no Brasil, tendo como foco inovação e TI, foram apresentados.

PARCERIA

Os pesquisadores do Laboratório exibiram, ainda, os sistemas idealizados pelo Ministério da Saúde e desenvolvido pelo LAIS. Entre eles: o Ambiente Virtual de Aprendizagem do SUS (AVASUS), cuja finalidade é qualificar a formação, gestão e a assistência no Sistema Único de Saúde.

 

 

Por Samara Neres, Nucom DATASUS/SE/MS

feira hospitalarEstande do MS contou ainda com exposição de projetos do FNS e da ANS

O Departamento de Informática do SUS (DATASUS/SE/MS) participou da 25ª Feira Internacional de Produtos, Equipamentos, Serviços e Tecnologia para Hospitais, Laboratórios, Farmácias, Clínicas e Consultórios – Hospitalar 2018, em São Paulo, realizada de 22 a 25 de maio. O ministro da Saúde interino, Adeilson Cavalcante, e o secretário de Atenção à Saúde, Francisco Figueiredo, compareceram ao evento.

Durante quatro dias de exposição, os visitantes puderam tirar dúvidas e conhecer mais sobre os sistemas de informação de saúde e as ações de informatização do SUS. O aplicativo Meu DigiSUS, plataforma móvel e de serviços digitais que reúne as principais informações de saúde do cidadão, foi amplamente divulgado aos participantes da Feira.

Os benefícios do Sistema de Gestão de Operadores (SGOP) que permite maior autonomia e melhoria na segurança do CadSUS Web - Sistema de Cadastramento de usuários do SUS – também foram apresentados. Além disso, palestras sobre a base de dados do Cartão Nacional de Saúde (CNS) foram realizadas, bem como emissão da mídia do cartão SUS aos presentes que não possuíam o documento.        

A professora e enfermeira da Universidade São Judas Tadeu de São Paulo, Ana Paula Miranda esteve no estande com os alunos do curso de enfermagem para conhecer os programas e projetos do Ministério da Saúde. “Eles estão conhecendo um pouco sobre o campo de saúde coletiva. Neste sentido, faz-se necessário conhecer o SUS. Essa abertura foi fundamental para a turma sanar dúvidas em relação ao Cartão SUS e demais projetos relacionados a saúde”, ressaltou.

O estande contou ainda com profissionais do Fundo Nacional de Saúde (FNS) e da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A Hospitalar é uma importante vitrine do mercado nacional e internacional do setor, além de ser o espaço para a realização de lançamentos e apresentação de produtos inovadores, soluções e serviços para hospitais, laboratórios, farmácias, clínicas e consultórios.

feira hospitalar 1 feira hospitalar 1
feira hospitalar 1 feira hospitalar 1
feira hospitalar 1 feira hospitalar 1

Texto e Fotos: Samara Neres, Nucom DATASUS

julioO Departamento de Informática do SUS (DATASUS/SE/MS) esteve presente no 35º Congresso Mineiro de Municípios, realizado entre os dias 19 e 20 de junho, em Belo Horizonte. Com o tema “Cidades: é aqui que eu vivo! O município é de todos”, o evento reuniu gestores, parlamentares, servidores públicos e sociedade com o objetivo de apresentar melhores ferramentas e caminhos para uma administração eficaz.

Ao longo de dois dias, técnicos do Ministério da Saúde realizaram atendimento sanando dúvidas dos gestores municipais sobre programas e projetos do órgão. A equipe do DATASUS esclareceu dúvidas relacionadas ao Cartão Nacional de Saúde e divulgou o aplicativo Meu DigiSUS, plataforma que reúne informações de saúde do cidadão como lista de medicamentos, calendário de vacinação, serviços de saúde entre outras funcionalidades.

O Sistema de Gestão de Operadores (SGOP) que permite maior autonomia e melhoria na segurança do CadSUS Web - Sistema de Cadastramento de usuários do SUS – foi amplamente disseminado aos gestores municipais. Representantes das Secretarias de Atenção à Saúde (SAS) e de Vigilância em Saúde (SVS) também realizaram atendimento no stand.

Na oportunidade, o Núcleo Estadual do Ministério da Saúde em Minas Gerais (NEMS/MG) prestou todo o apoio logístico. O Congresso englobou salas técnicas, debates, fóruns, seminários, encontros e uma grande Feira para o Desenvolvimento dos Municípios.

 

Por Samara Neres, Nucom DATASUS/SE/MS

materia premio3Homenagem aconteceu durante encerramento do CIO GOV Brasil 2018 realizado em Foz do Iguaçu

O diretor do Departamento de Informática do SUS (DATASUS/SE/MS), Guilherme Telles, recebeu o prêmio Notabile na categoria Personalidade Mais Inovadora para a área de tecnologia da informação durante o encerramento da 16 Edição do CIO Brasil GOV 2018, realizado de 16 a 20 de maio em Foz do Iguaçú, no Paraná. Entre os cinco finalistas, Telles foi o mais votado pelos mais de 170 profissionais de TI do governo de todo o País presentes na oportunidade.

Com o tema Hiperconectividade, o evento debateu sobre as inúmeras possibilidades dos recursos tecnológicos, umas das principais tendências da Economia Digital. “Divido este reconhecimento com a equipe do DATASUS. Sem estes profissionais, nada disso poderia acontecer. Me sinto realizado em participar, de alguma forma, na melhoria do Sistema Único de Saúde e, consequentemente, na ampliação do acesso a saúde de qualidade aos cidadãos brasileiros”, reforça Guilherme.

materia premio2materia premio1