Download do TabWin

Encontra-se disponível para download o programa Tab para Windows - TabWin. Este programa incorpora uma série de novos recursos em relação ao Tab para DOS, facilitando ainda mais o trabalho de tabulação e tratamento dos dados. O TabWin permite que você:

  • • importe as tabulações efetuadas na Internet (geradas pelo aplicativo TABNET, desenvolvido pelo DATASUS e utilizado na página Informações de Saúde deste site);
  • • realize operações aritméticas e estatísticas nos dados da tabela gerada ou importada pelo TabWin.
  • • elabore gráficos de vários tipos, inclusive mapas, a partir dos dados dessa tabela;
  • • efetue outras operações na tabela, ajustando-a às suas necessidades.

Para os usuários do setor Saúde, o programa facilita:

  • • construção e aplicação de índices e indicadores de produção de serviços, de características epidemiológicas (incidência de doenças, agravos e mortalidade) e dos aspectos demográficos de interesse (educação, saneamento, renda e etc) - por estado e município;
  • • o planejamento e programação de serviços;
  • • a avaliação e tomada de decisões relativas à alocação e distribuição de recursos;
  • • a avaliação do impacto de intervenções nas condições de saúde.

Veja as alterações incluídas nesta versão, em comparação com as versões beta anteriores, consultando o histórico das versões ou o arquivo HISTORIA.TXT, distribuído junto com o programa TabWin.

Os arquivos compactados abaixo contêm os componentes básicos que permitem o funcionamento do Tab para Windows.

Sugerimos que você crie uma pasta, em seu computador, chamada TabWin, e copie o arquivo abaixo para essa pasta.

Clique no nome do arquivo para copiá-lo. Note que, como esse arquivo está compactado no formato .ZIP, você irá precisar dos programas PKUNZIP®, WINZIP® ou similares para descomprimi-lo, posteriormente, em sua máquina.

Nome Tamanho (Kb) Descrição

Tab414.zip

14.648

Versão 4.14 do Tab para Windows

TabWin.pdf

1.342

Manual do TabWin, em formato PDF (139 páginas) - versão imprimível do arquivo de ajuda.

TabHelpHtm.zip

1.743

Arquivo de ajuda do TabWin, em formato HTML. Descompacte este arquivo para o diretório de sua preferência e acesse a partir do arquivo tabwin32.htm.

bdeinst.zip

3.571

Arquivo de instalação do BDE - motor de banco de dados da Borland, necessário para acessar bancos de dados relacionais. Veja as instruções.

VERDBF.zip

518

Programa VerDBF, versão 1.73.

Este programa é um visualizador de arquivos no padrão DBF, com funções adicionais de pesquisa, indexação e alteração de dados. Para instalá-lo, descompacte o arquivo, de preferência no mesmo diretório de instalação do TabWin.

Veja a ajuda do VerDBF para maiores detalhes (arquivo VerDBF.HLP, constante do pacote VERDBF.ZIP).

Nota: A partir da versão 3.0 em diante, a maior parte das funções do VerDBF estão incorporadas ao TabWin, através do menu Arquivo/Ver arquivo .DBF. O VerDBF não está mais sendo mantido.

 

  1. Crie em seu micro uma pasta com o nome TabWin.
  2. Transfira todos os arquivos copiados da Internet para essa pasta.
  3. Descompacte o arquivo TAB36b.ZIP neste mesmo diretório.
  4. Com a descompressão serão gerados os seguintes arquivos:

  • tabwin32.exe: programa executável;
  • Tabwin32.hlp: arquivo de help da versão 2.2, utilizado também pela versão 3.0;
  • Tabwin32.cnt: complemento do arquivo de help da versão 2.2, utilizado também pela versão 3.0;
  • dbf2dbc.exe: programa para comprimir e expandir arquivos de tipo DBF e DBC;
  • Impborl.dll: rotina necessária para manipular os arquivos comprimidos;
  • Historia.txt: histórico das versões;
  • msxsl.exe: módulo da Microsoft para tratamento de folhas de estilo XSLT;
  • CarregaWayPoint.xsl: folha de estilos para tratar Way Points;
  • DocTabWin.htm e defcnv.htm: arquivos de ajuda que já estão em formato HTML;
  • sql2.gif: imagem referenciada pelo DOCTABWIN.HTM;
  • autoexec.r: arquivo utilizada para ativação do software R;
  • menu.r: arquivo utilizado para criar o menu TABWIN no R interativo;
  • modelo.rx: modelo vazio de script para o R.

  5. Descompacte os arquivos de mapas copiados da Internet. Serão gerados arquivos com a extensão MAP.
  6. Verifique se os arquivos de definição (DEF) e de conversão (CNV) a serem usados estão disponíveis em seu computador. Caso não estejam, copie-os a partir do MS-BBS ou da guia de Download de Arquivos.
  7. Para uso dos esquemas de análise do R, veja a página correspondente.
  8. Verifique se os arquivos de dados (com extensão DBF ou DBC) a serem tabulados estão disponíveis no disco rígido ou no drive de CD-ROM da sua máquina.

O Tab para Windows está pronto para ser rodado.

   1. Carregue o programa clicando no arquivo TABWIN32.EXE.
   2. (Opcional) Crie um atalho na área de trabalho do Windows para automatizar a abertura desse programa.
   3. Depois de aberto o programa, clique no botão Help para ver as instruções de uso do mesmo.

É conveniente associar os arquivos com extensão TAB ao programa TabWin. Isto permite que, ao se clicar sobre um arquivo com essa extensão, o TabWin seja automaticamente aberto.

Com isto, clicando sobre o link Copia para TabWin, que aparece logo abaixo das tabelas geradas em nossas páginas de Informações de Saúde, o TabWin será automaticamente aberto exibindo essa tabela.

Para fazer esta associação, basta abrir o programa e utilizar a opção Associar extensão .TAB.

Para fazer manualmente, podem ser utilizados os próprios recursos do Windows. Dependendo da versão do Windows, os passos podem variar, mas consistem em:

   1. Abrir as Opções de Pastas, através do Painel de Controle ou do Windows Explorer;
   2. Na guia Tipos de Arquivo, defina um Novo Tipo;
   3. Defina a extensão como tab, o tipo de arquivo como Arquivos TabWin e o tipo de conteúdo (MIME) como application/vnd.datasus.tabulacao (dependendo da versão, nem todas estas opções são exibidas);
   4. Configure o programa TabWin (c:tabwintabwin32.exe, por exemplo) à ação de abrir (open) este tipo de arquivo. Observe que se o TabWin já estiver registrado, aparecerá como "Programa de Análise Exploratória".

Eventualmente, dependendo do seu browser e versão, pode ser necessário registrar, também nele, o tipo de conteúdo (MIME type: application/vnd.datasus.tabulacao), a extensão (.tab) e o aplicativo (c:tabwintabwin32.exe).

Em caso de dúvida ou problema, fale conosco.

O programa Dbf2Dbc pode ser executado numa tela de prompt de comando, chamado de um outro programa ou chamado em um arquivo de lote (.bat).

Seus parâmetros são:

  • máscara_de_entrada
  • diretório_de_saída
  • -t

A máscara_de_entrada indica o arquivo ou conjunto de arquivos (se utilizados os caracteres coringa * e/ou ?) a comprimir ou descomprimir. Se os arquivos tiverem a extensão DBF, serão comprimidos em DBC; se tiverem a especificação DBC, serão expandidos em DBF. A máscara_de_entrada pode conter o drive e diretório.

Exemplos:
   D:ARQUIVOS*.DBF (os arquivos serão comprimidos)
   ..rd??06*.dbc (os arquivos serão expandidos)
   c:entradateste*.db? (os arquivos dbc serão expandidos e os dbf comprimidos)

O diretório_de_saída é opcional e indica o drive e diretório onde os arquivos serão gravados. Se não especificado, os arquivos serão gravados no diretório corrente.

Se for especificado o parâmetro -t, o programa testará a integridade dos arquivos de extensão DBC, conferindo o seu CRC (cyclic redundancy check). Neste caso, o diretório_de_saída não deve ser especificado.